O ENÓLOGO DO CATENA ZAPATA E DO EL ENEMIGO, ALEJANDRO VIGIL, ESTÁ ENTRE CÂMERAS

Em entrevista exclusiva, ele conta como a Argentina se transformou de bebedora do próprio vinho a exportadora. Ele diz o que pensa sobre Nicolás Catena. Ele mostra a sua identidade com a natureza e os vinhedos. Ele avalia o consumidor de vinho de hoje e de alguns anos atrás. Ele revela qual o impacto da pontuação dos vinhos no seu trabalho de enologia. Ele, Alejandro Vigil, fala muito mais e só poderia estar Entre Câmeras, com Beto Duarte e Regis Gehlen Oliveira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s